NAPI NORTE – Centro de inteligência artificial no agronegócio

Novos arranjos de pesquisa e Inovação

Objetivo: O Centro de Inteligência no Agro (CIA Agro) é uma proposta dentro dos Novos Arranjos de Pesquisa e Inovação (NAPI) do Estado do Paraná. O CIA Agro tem por objetivo ser um agente transformador de desenvolvimento social e técnico para a criação de riqueza e bem-estar com o uso da Inteligência Artificial (IA) aplicada na área Agro, principalmente no Paraná. Por meio de parcerias com empresas, universidades, cooperativas, start-ups e outras instituições, pretende-se fomentar o desenvolvimento de competências visando o desenvolvimento de um ecossistema de inovação regional para o crescimento horizontal do estado de forma integrada. Mobilizando o capital humano e social, deseja-se preparar o estado para a transformação digital em termos da Inteligência Artificial no âmbito do Agro, uma das principais forças do estado. Para estes primeiros dois anos de existência do CIA Agro as ações se voltarão para criar sistemas preditivos para ferrugem asiática e para o mofo branco da soja. Serão contemplados alguns sub-projetos focados nas principais dores apresentadas pela indústria: integração de informações climáticas, segurança e privacidade, aquisição de informações por meio de imagens e uso de veículos aéreos não tripulados. Todas estas ações serão integradas por uma plataforma de inteligência artificial capaz de integrar modelos e soluções como serviços.

Aporte financeiro: R$ 1.000.000,00

Instituições participantes: As instituições executoras são a Universidade Estadual de Londrina e a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). As instituições Associadas serão em ordem alfabética, a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (ADAPAR), Agrovaley Londrina, a Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar), o Departamento de Economia Rural da Secretaria da Agricultura do PR (Deral/SEAB), a EMBRAPA-SOJA, a Fundação ABC Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário, o Instit. de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-Paraná), o Parque Tecnológico de Itaipu (PTI), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de Londrina (SENAI Londrina). Pelo lado da iniciativa privada participam desta ação as Empresas Parceiras financiadoras, entre elas uma empresa regional (Cooperativa Integrada), uma empresa internacional situada em Londrina (ADAMA) e uma empresa internacional com alcance mundial (Huawei). A Jacto e a Cooperativa Agrária também estão listadas como Empresas Parceiras financiadoras.

Recursos humanos:  Mais de 50 pesquisadores, de 16 instituições, com diferentes titulações - desde acadêmicos na iniciação científica até doutores e pós doutores.

Estrutura disponibilizada:  O Conselho Científico é composto por professores doutores de IEES que pesquisem temáticas relacionadas às atividades fins do Instituto. O Conselho Consultivo tem função auxiliar e construtiva ao Instituto, formado por profissionais que fazem um processo de mentoria e aconselhamento sobre a contribuição e objetivos do Instituto. Coordenação Científica, Projetos e Operacional atuação na execução dos projetos geridos pelo Instituto..


Entre para nosso time!

Faça parte deste arranjo de inovação!

Últimas notícias!

 

 

Canal de vídeos